27.6.14

EUROTRIP 2014 - Nothing Hill, Kensington e Hyde Park, Museu de Hist Natural - 30-04

Portobelo Market.
Segundo dia de greve do metro, então alteramos o roteiro
fizemos os passeios mais próximos do hotel, começando por Nothing Hill. O bairro é tão perto que a gente foi andando, o dia estava super ensolarado e lindo. Passamos na Recipease do Jamie Oliver, passamos pelo Cinema Coronet, caminhamos por Portobelo Market, visitamos a livraria inspirada pelo filme Um Lugar Chamado Nothing Hill e também pelo local aonde o filme foi filmado. Voltamos ao Recipease para algumas comprinhas e pra comer alguma coisa antes de seguir caminho.






Entramos no Kensington Park e conhecemos o playground da princesa Diana, o Elfin Oak,  Kensington Palace e Gardens (não entramos no
palácio), e seguimos caminhando pelo parque e saímos perto do Albert Memorial. Ali perto fica o Museu de História Nacional (grátis e um programa bem bacana). Saímos do museu e fomos conhecer o famoso Byron Burger (Super aprovado e delicioso). Como a gente estava cansada, pegamos um ônibus até o Hyde Park e de lá até a divisa entre Hyde e Kensington Park para conhecer as Fountains, a Estátua do Peter Pan e o Diana Memorial, uma fonte linda em um lugar super tranquilo e como chegamos no parque cedo, passamos um bom tempo lá, prestando atenção nos londrinos e aproveitando o dia delicioso.
Museu de Hist Natural

Museu de História Natural


Albert Hall


Diana Fountain

Voltamos para o hotel caminhando e passamos pela Whiteley's para comprar nosso jantar e aproveitamos para comer no quarto, antes de descansar para encarar nosso último dia em terras londrinas.
19.6.14

Eurotrip 2014 - Westminster, Buckingham Palace, Trafalgar Square - 29/04


O prédio do Parlamento com seu famoso Big Ben.
Acordamos cedo e a gente já sabia que o metro não estaria
Parlamento
 Inglês
circulando (descobrimos depois que ele funcionava em alguns trechos, mas não tentamos usar), então comemos alguma coisa no quarto mesmo e saímos para tentar pegar o ônibus. Os ônibus estavam passando bem lotados, mas inglês é educado né, então não tinha tumulto. Conseguimos pegar um ônibus até a Oxford Street e de lá pegamos um outro até Westminster.
É impossível chegar a Westminster e não se embasbacar e parar para tirar fotos em frente ao Parlamento e seu famoso Big Ben. Seguimos para Westminster Abbey (na Inglaterra as visitas as mais importantes igrejas e catedrais são pagas) e como a fila estava pequena, entramos para conhecer essa 
Westminster Abbey.
Abadia tão importante para a Monarquia e pra história da Inglaterra. Eles oferecem um áudio guide que é bem interessante e as fotos dentro da Abadia 
são proibidas. Depois de visitarmos essa Abadia-museu, aproveitamos para entrar na St Margaret Church que fica ao lado antes de seguir caminhando até a Horse Guard Parade, um local onde ocorrem cerimônias e desfiles e onde também acontece uma troca da guarda menos concorrida do que a do Buckingham Palace. 
Horse Guard Parade
É um lugar que rende lindas fotos e atravessando a rua já estamos
Blue Bridge.
no St. James Park. Caminhamos pelo parque, tiramos fotos na Blue Bridge com a London Eye ao fundo, sentei no gramado comendo um muffin para descansar um pouco e saímos do parque pelo The Mall e seguimos caminhando até o Buckingham Palace. Não assistimos a troca da guarda, porque a gente já tinha visto em 2009 e não achamos necessário assistir novamente. Caminhamos um pouco pela região e passamos um tempo sentadas no Greenwich Park descansando, curtindo o momento.
Buckingham Palace

Victoria Memorial
Nosso próximo destino, Trafalgar Square. Essa praça é uma das
minhas primeiras memórias de Londres quando a visitei em 2009, e sempre me arrependi de ter só passado por ela, então aproveitei para tirar foto com o leão, sentar nos degraus da National Gallery, observar as pessoas. Fizemos uma breve visita a galeria, conhecemos também a St Martin in Fields Church e a National Portrait Gallery. Eu tinha feito reserva para um chá da tarde no restaurante da galeria e que decepção. A única coisa que não
Trafalgar Square.
decepcionou foi a vista, porque achei caro, as bebidas eram a vontade (chá, café, água) mas com relação a comida recebemos uns 3 mini lanches com alguns docinhos e só, se a gente quisesse mais alguma coisa seria cobrado a parte. No fim valeu a pena por ticar o famoso chá da tarde de nossa lista do que fazer em Londres e a vista é realmente um espetáculo.






St. Martin in Fields.

Vista do Restaurante da Portrait Gallery.

Saímos do restaurante e caminhamos até Piccadilly Circus e
Disney Store
aproveitamos para conhecer a Fortnun and Mason que fica ali perto. Essa loja de produtos alimentícios é tão espetacular que é famosa por servir a realeza.
Com o roteiro do dia terminado, pegamos um ônibus até Oxford Street e aproveitamos para conhecer a Disney Store (apaixonante), fomos a Primark e visitamos o mercado da Marks and Spencer quando decidimos voltar ao hotel. Os ônibus estavam lotados e a gente seguiu caminhando até que conseguimos pegar um bus vazio. Parada no supermercado do Whiteleys para comprar o jantar para comer no hotel.

Apaixonada... 

11.6.14

Eurotrip 2014 - Estúdio HP, King's Cross, Piccadilly, The Shard - 28-04

No trem...
O dia mais esperado da viagem amanheceu frio e nublado, levantamos cedo e mais uma vez tomamos café no Pret A Manger perto do hotel antes de pegar o metro até a estação Euston aonde pegaríamos o trem para Watford Junction. Eu acho que pagamos uns 15 euros no trem ida e volta incluindo horário de pico. A nossa visita estava marcada pro primeiro horário (10h) e existem trens direto e trens com parada, mas os funcionários da estação foram super atenciosos e nos indicaram o trem "expresso" que levou uns 30 minutos até o destino. Na própria estação a gente pegou um ônibus que faz o trajeto estação-estúdio-estação por 3 pounds (Eu li essa dica e repito, não tente ir andando
O quartinho do Harry
porque é longe).
Cadê a comida?
Chegando ao estúdio, trocamos o nosso voucher pelo ingresso (foi só apresentar o documento e tudo certo), e super pontualmente começamos o tour. O lugar já começa a impressionar pelo lado de fora, todos os lugares com detalhes especiais. A primeira sala tem os posteres dos filmes e passa alguns vídeos antes de entrarmos em um auditório onde é exibido um vídeo sobre os estúdios, com alguns dos autores e quando ele acaba, a tela sobe e ficamos diante da porta de entrada do Salão Principal. 
O lindo salão
Acho que não seria legal contar detalhes de todas as salas ou de
Praticando.
todos os cenários disponíveis, mas posso dizer que foi um passeio perfeitamente maravilhoso para uma Harry Potter maníaca. Criança vivendo em corpo de adulto, eu não perdi a chance de voar na varinha (2 vídeos e 2 fotos saíram por 50 libras) e ainda tive aula de feitiços. 

Algumas considerações, é um passeio carinho ainda mais quando pensamos na conversão da libra,mas pra mim valeu cada centavo, a lojinha na saída é de enlouquecer mas as coisas são bem caras. Eu queria um dos livros da coleção em inglês e lá custava umas 14 libras, eu comprei na loja da Platform 9 e 3/4 por 8. E é legal deixar esse passeio pra um dia tranquilo, pois dependendo do seu grau de fanatismo ou de atenção aos detalhes você pode levar várias horas nesse passeio, a gente saiu de Londres umas 8 e só voltamos umas 3 da tarde.
Beco Diagonal


O castelo mais lindo.

Pra não sair do clima e pra aproveitar a proximidade, saímos de
Quero ir pra Hogwarts.
Euston e caminhamos até King's Cross para visitar a famosa Platform 9 and 3/4, existe um carrinho entrando na parede com uma coruja e não tinha fila nenhuma perto. Ficam umas pessoas com cachecóis das casas e eles tiram fotos que são vendidas na lojinha do local, mas você pode bater as suas fotos também.
Loja da M&M´s
Pegamos o metrô até Leicester Square e caminhamos por ali até Piccadily Circus, entramos na magnífica M&M's Store, na Boots, Hamleys, Nespresso e Lillywhite, mas só passeamos pelas lojas porque compras nunca foi o foco das minhas viagens, quanto mais em libra. Ainda era cedo e a gente não tinha nada mais programado pra o dia então voltamos ao hotel, passamos no Burguer King pra comprar um
Piccadilly Circus
lanche, pegamos dinheiro e arriscamos ir ao The Shard sem ingresso comprado, já que o céu estava aberto e com sol. A estação de metro é praticamente na porta do prédio e pra minha surpresa, contrariando todas as dicas, todos os blogs e tudo o que eu tinha lido, não encontramos fila nenhuma, foi só chegar, comprar o ingresso e subir. O The
The Shard
Shard é o prédio mais alto da Europa e a vista é excepcional. O ingresso custou umas 30 libras, pegamos o fim da tarde e pudemos ver muitos dos pontos turísticos da cidade. Passamos um bom tempo lá em cima, apreciando aquela cidade linda em uma linda tarde e quando descemos atravessamos a London Bridge e seguimos caminhando pela margem do rio até a estação Blackfriars onde pegamos o metro pra voltar pro hotel antes do início da greve, prevista pra começar as 21h e que duraria 48h.

HP overdose...

St Paul.

O famoso telefone inglês.

5.6.14

Eurotrip 2014 - Greenwich, British Museum, Covent Garden, Oxford Street - 27-04


London Eye

O Parlamento visto da Queen´s Walk
Como nem tudo é perfeito, uma semana antes da viagem foi
London Eye
divulgada uma greve do metro por 48 horas no período em que estaríamos em Londres, então achei melhor trocar a ordem dos dias planejados e começamos nossa viagem indo a Greenwich.
Greenwich é afastado do centro de Londres e optamos por ir pra lá de barco. O barco sai do Píer da London Eye e para chegar lá pegamos o metro até a estação Westminster e atravessamos a Westminster Bridge. Como troquei o dia do passeio não pesquisei o horário que os barcos começariam a sair e por isso tivemos a chance de passear um pouco por ali. Passamos por baixo da ponte de Westminster e de lá dá pra ter a melhor vista do Parlamento inglês com o famosíssimo Big Ben.
De barco pelo Tâmisa
 Utilizamos o Thames Clipper que custou uns 8 pounds ida e volta com o desconto do Travelcard. O dia estava feio, bem fechado, mas mesmo assim o passeio até Greenwich foi bem gostoso. Do rio pudemos observar vários pontos turísticos bem característicos da cidade e para nossa surpresa quando descemos do barco o tempo abriu e ficou um dia lindo.
Cutty Sark

Greenwich Park
Observatory
Descemos no Greenwich Píer e encontramos o Cutty Sark, batemos umas fotos e seguimos em direção ao Greenwich Park. Passamos pelo Discover Greenwich Visitor Center ao lado do Royal Naval College, a gente não entrou pra conhecer mas é um prédio lindo com uma vista bem bonita. Seguimos caminhando até o Greenwich Park, subimos até o Royal Observatory, tiramos foto com o relógio que fica em frente, mas como a ordem do dia era economizar dinheiro só visitamos a lojinha e seguimos para a estátua do general Wolfe, de onde se tem uma vista maravilhosa não só de Greenwich, mas também de alguns pontos turísticos londrinos. Antes de viajar eu pesquisei se não seria
possível tirar uma foto com um pé em cada hemisfério sem pagar a
Linda vista de Greenwich
entrada do Observatory, achei um endereço em um blog e fiquei muito feliz em constatar que a linha imaginaria é marcada fora do parque. Saindo do parque siga para a Park Vista street, poucos metros a frente você encontrará uma placa na parede e as marcações no chão. 
Meridiano!
Feliz com a minha foto, voltamos ao parque e o cruzamos para conhecer o Greenwich Market, um mercado pequeno mas fofo com arte e comidas diversas misturadas em um mesmo ambiente. Comi uma quiche lorraine e tomei uma limonada natural com suco de romã. Tudo bem gostoso e bem alimentadas terminamos nosso passeio por essa região fofíssima. O planejamento inicial era voltar de trem, mas a gente acabou preferindo o barco para aproveitar a vista do rio. Descemos no píer da London Eye e caminhamos até a estação waterloo para pegar o metro até a estação Toteham Court para ir ao British Museum, a gente só visitou a exposição permanente que é grátis e o museu é lindo, passamos uma hora mais ou menos caminhando por ele. Se você deseja conhecer ele todo, certamente vai precisar de um dia inteiro, mas em uma hora a gente conseguiu ter uma ideia.
British Museum


British Museum


Covent Garden
Saímos do museu e seguimos caminhando até o Covent Garden, um espaço que mistura restaurantes com lojas, com um clima bem descontraído e super agradável. Com certeza, vale a pena conhecer e passear por aqui, a nossa intenção era almojantar no Jamie's Italian, então compramos cookies no Ben's e fomos procurar o restaurante que fica na região. Em Covent Garden fica o Union's Jack também do Jamie mas com uma outra proposta. Almoçamos uma massa bem gostosa, comemos sobremesa e ficou uns 25 pounds por pessoa, como quem converte não se
Jamie´s Italian.
diverte, pagamos a conta felizes e seguimos para a Oxford Street, entramos na Primark, o paraíso dos preços baixos e compramos algumas coisinhas, entramos também em uma Boots e uma Body Shop, mas como era domingo as lojas fecharam cedo, então seguimos caminhando em um lindo fim de tarde por uma Oxford street vazia até que chegamos ao Marble Arch, aproveitamos para conhecer o Speaker's Corner no Hyde Park antes de pegar um ônibus e descer na Queensway Station. Antes de voltar ao hotel, paramos em um mercado na Bayswater street e levamos comida para comer no hotel. Ainda deu tempo de navegar um pouco na internet antes de descansar para aproveitar o dia amais esperado da viagem.
Marble Arch.

Speaker´s Corner

About Me

Minha foto
Fer Santos
Sou uma pessoa que ama viajar e, em 2011, me apaixonei pelo mundo mágico de Walt Disney!!
Visualizar meu perfil completo

Roteiros Personalizados

Roteiros Personalizados
A melhor forma de não perder nada em Orlando
Tecnologia do Blogger.

Seguidores